22

O que nos torna humanos? Resgatando o sentido de humanidade durante um atendimento em hospital geral

Em meados do ano de 2005 eu era uma psicóloga recém formada, especializada em um renomado complexo hospitalar. Naquela situação pude conviver com diversos profissionais de variados segmentos da saúde, bem como com colegas psicólogos e pacientes do hospital geral. Com estes compartilhei preciosos momentos, em que foi possível experienciar uma gama enorme de diferenças que versavam sobre classes sociais, culturais e socioeconômicas. Não é exagero dizer que o hospital foi uma escola para vida. Neste intento tecerei meus apontamentos.